Posted By WiFeed
Transformando o Wi-Fi em um aliado

Ontem, participei de um evento em São Paulo com foco na discussão sobre encadeamento produtivo e tecnológico. Foram horas de palestras, debates, desafios, onde frequentemente, apesar de terem temas diferentes, o caminho que se seguia era de como a tecnologia poderia ajudar a solucionar determinado problema que clientes ou fornecedores sofriam.

Apesar dos interessantíssimos temas e o alto nível de discussão, umas coisa me chamou a atenção neste evento: a limitação de conectividade. Como minha internet móvel naquele lugar não pegava de jeito algum, verifiquei se existia alguma rede de Wi-Fi em que eu pudesse me conectar. Descobri que existia uma rede de Wi-Fi exclusiva do evento, porém, para minha surpresa, ninguém sabia me dizer qual era a senha para acessar.

Com as tecnologias que temos hoje, é possível você deixar a rede sem senha e condicionar o acesso do usuário de outra forma, como por exemplo, responder a uma pergunta, visualizar uma imagem ou um vídeo, como também efetuar um cadastro. Você melhora a experiência das pessoas e ainda obtém uma contrapartida por parte do público.

 

Com as tecnologias que temos hoje, é possível você deixar a rede sem senha e condicionar o acesso do usuário de outra forma

 

Por isso, eu realmente fico impressionado que uma ferramenta tão difundida e necessária para as pessoas como o Wi-Fi, ainda hoje, seja tratada como um custo, disponibilizada de uma forma arcaica e subutilizada por grande parte dos eventos e das empresas que vivem do atendimento ao público.

Por este motivo, e por acreditar que a maioria das empresas estão deixando escapar uma oportunidade, neste artigo vou mostrar como o Wi-Fi pode ser um grande aliado estratégico aos mais variados negócios.

 

O Wi-Fi pode ser um grande aliado estratégico aos mais variados negócios.

 

Wi-Fi em shoppings centers

Através do Wi-Fi, além de obter informações sobre o perfil, como nome, e-mail, telefone, idade e sexo, é possível traçar algumas tendências sobre o comportamento das pessoas que frequentam este ambiente físico. Além disso, existe a possibilidade de monetizar este Wi-Fi, cobrando uma mensalidade dos lojistas para veicular anúncios de produtos e serviços diretamente nos smartphones das pessoas que acessarem a rede.

 

Wi-Fi em eventos

Investir no Wi-Fi e na ferramenta certa neste caso, pode significar um novo espaço de mídia para os patrocinadores e expositores do evento. Desta forma, a organização além de captar os dados sobre o comportamento e o perfil dos usuários, terá a possibilidade de monetizar o Wi-Fi através da venda destes espaços publicitários para as empresas que se interessam no público alvo do evento.

 

Wi-Fi no varejo de grande porte

Lojas de varejo, supermercados e lojas de departamento, além de terem o cadastro e o perfil das pessoas que frequentam suas lojas físicas, conseguem oferecer para seus fornecedores uma oportunidade de impactar de uma forma mensurável as pessoas no ponto de venda. Além disso, em casos com aparelhos mais robustos, é possível se ter o mapa de calor do estabelecimento, verificando onde estão as áreas de maior circulação de pessoas e consequentemente traçar estratégias específicas para cada corredor e gôndola.

 

Wi-Fi no varejo de pequeno porte

Ter um canal direto de comunicação com o cliente, entender a percepção dos usuários sobre o seu negócio e possuir um cadastro dos que frequentam seu ambiente é importantíssimo para a estratégia de um restaurante, café, academia ou bar. Existem ferramentas no mercado que oferecem gratuitamente aos estabelecimentos a transformação de sua rede, para que comece a ter esses benefícios.

Em resumo, ao instalar a ferramenta correta na rede de um local, independentemente do seu tipo ou tamanho, os gestores usufruirão de uma ferramenta onde o cadastro dos usuários será automatizado, informações importantes para a tomada de decisão serão coletadas e, principalmente, uma nova fonte de receita pode ser criada.

 

O cadastro dos usuários será automatizado, informações importantes para a tomada de decisão serão coletadas e, principalmente, uma nova fonte de receita pode ser criada.

 

Vendo todas essas informações, vocês podem estar se perguntando: e para as empresas que não lidam com atendimento ao público ou então não possuem lojas físicas, como o Wi-Fi pode ser estratégico para seu negócio?

Estas empresas, devem aproveitar os espaços oferecidos no Wi-Fi destes supermercados, lojas de varejo, restaurantes, academias e shoppings para interagir e impactar o seu público alvo de uma forma mensurável exatamente onde estão mais propensos a receber estas ações de marketing, fazendo com que o engajamento com a marca seja maior, o valor gerado para os clientes cresça e consequentemente os resultados sejam mais facilmente alcançados.

 

Estas empresas, devem aproveitar os espaços oferecidos no Wi-Fi destes supermercados, lojas de varejo, restaurantes, academias e shoppings para interagir e impactar o seu público alvo.

 

Com isso, vemos que existe à disposição das empresas, uma nova oportunidade para interagir, impactar e se comunicar com o seu público alvo de uma forma mensurável, remodelando ferramentas que já são bastante difundidas como o Wi-Fi, com o objetivo de melhorar cada vez mais os resultados, mas para isso, é necessário que os gestores estejam abertos às inovações que o mercado traz.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *