Posted By WiFeed
Tudo o que você não sabia sobre o Wi-Fi!

Conceito

  

Hoje o Wi-Fi é uma das principais tecnologias na vida de qualquer ser humano, seja no seu trabalho, em casa ou até mesmo em locais voltados para o lazer. Quem nunca entrou em um bar ou um café e perguntou ao atendente: vocês tem Wi-Fi? Apesar de sua grande popularidade, poucas pessoas sabem o conceito do Wi-Fi e também quais são os mitos, as verdades e as principais curiosidade que cercam essa tecnologia fundamental na vida de todos.

O conceito de Wi-Fi é uma rede local e sem fio que utiliza ondas de rádio para conectar aparelhos como smartphones, tablets e computadores à internet. A sua principal vantagem é justamente tornar o uso de cabos completamente dispensável, trazendo mobilidade, facilidade e conforto à experiência do usuário de internet. Em relação ao nome W-Fi, muitas pessoas acham que ele nada mais é do que uma abreviação do termo “wireless fidelity”, em tradução livre: fidelidade sem fio. Entretanto, o termo e a sua famosa logo foram inventadas pela empresa de consultoria Interbrand, que foi contratada pela Wireless Ethernet Compatibility Alliance (hoje Wi-Fi Alliance) para desenvolver um nome mais atrativo para um produto chamado “IEEE 802.11b Direct Sequence”.

 

Curiosidades

Elencamos abaixo algumas das principais curiosidades em volta da tecnologia do Wi-Fi, informações interessantes e que podem auxiliar na compreensão do histórico e também do funcionamento da ferramenta. Esses foram os principais pontos levantados:

 

  1. O Wi-Fi foi inventado em 1979 no Havaí: Os precursores da tecnologia foram os havaianos, mais especificamente uma empresa chamada AlohaNet, que em 1979 realizou a primeira demonstração pública de uma conexão Wi-Fi. No entanto, a tecnologia só foi despontar 20 anos depois, quando a gigante americana AT&T desenvolveu a WaveLAN em parceria com a NCR Corporation.
  2. O seu microondas pode estar afetando a performance do seu Wi-Fi: Os fornos de microondas mais modernos possuem microondas que operam na mesma frequência de onda de muitos roteadores existentes no mercado, que é 2.45Ghz. Isso faz com que seja altamente provável que hajam interferências no sinal, podendo causar uma perda de conexão com a internet ou uma grande diminuição da velocidade da rede. A melhor solução é manter o roteador longe dos microondas.
  3. O sinal de Wi-Fi pode atingir distâncias enormes: Roteadores comuns costumam transmitir suas ondas de rádio a uma distância média de aproximadamente 30 metros. Essas ondas conseguem atravessar a grande maioria dos materiais, como: concreto, vidro e madeira. Por outro lado, o Wi-Fi tem dificuldade em passar por materiais condutores de eletricidade, como: água, metal, cobre e o próprio corpo humano. Apesar disso, em 2007 um italiano chamado Ermanno Pietrosemoli conseguiu fazer um sinal wireless percorrer 382km nos Andes Venezuelanos com 3Mbps de dados. Ele inclusive ganhou o recorde mundial da Guinness!

 

Mito ou verdade?

 

Existe uma grande quantidade de desinformação quando o assunto é sinal de Wi-Fi, seja por falta de conhecimento ou até mesmo por uma compreensão equivocada ou uma interpretação mal feita. O objetivo deste tópico é listar os principais pontos de discussão ao redor do mundo e eliminar qualquer tipo de dúvida ou incerteza sobre esses assuntos.

 

  1. Colocar roteadores em locais altos melhora o sinal: Verdadeiro. Quanto mais alto você conseguir posicionar o seu roteador, melhor. As ondas de rádio criam o chamado “efeito guarda-chuva”, em que elas cascateiam de cima para baixo, tornando o funcionamento mais eficiente. Logicamente, quanto mais perto o roteador estiver dos aparelhos que utilizarem o Wi-Fi, melhor.
  2. Wi-Fi faz mal à saúde: Mito. Apesar das ondas emitidas pelos roteadores serem ondas de rádio que operam na mesma frequência dos fornos de microondas, as ondas do Wi-Fi são pelo menos 10.000 vezes mais fracas do que as microondas, que tem uma potência de aproximadamente 1.000 watts. O fato é que, até hoje, nunca houveram quaisquer estudos que apontassem algum tipo de problema de saúde relacionado ao Wi-Fi.
  3. Utilizar vários roteadores em um local melhora o sinal: Falso. O uso de muitos roteadores com uma distância pequena entre eles pode acabar ocasionando um efeito oposto à melhoria de sinal. A proximidade das antenas faz com que haja uma grande probabilidade de interferência no sinal, resultando em uma perda significativa de performance. O ideal para distribuir melhor o sinal é o uso de um repetidor, que tem como objetivo fazer o sinal chegar mais longe.
  4. Repetidores reduzem a velocidade da internet: Também é mito. A função existencial de um repetidor é de justamente captar o sinal de um determinado roteador e retransmiti-lo para outros pontos em que o roteador não consegue atingir com sua capacidade interna. Isso não afeta em nada a velocidade de conexão da internet, desde que não hajam outros tipos de obstáculos ou interferências no caminho de distribuição do sinal advindo do repetidor.

 

Dados Rápidos

Para finalizar, após apresentar algumas curiosidades e esclarecer os principais mitos e verdades envolvendo o Wi-Fi, separamos alguns dados interessantes e relevantes sobre a abrangência do mercado envolvendo o Wi-Fi:

 

  • Em 2020, estima-se que serão mais de 454 milhões de hotspots públicos espalhados pelo mundo;
  • A Cisco afirma que em 2020 78% de todo o tráfego da internet será realizado pelo Wi-Fi de dispositivos móveis;
  • Hoje 71% das comunicações realizadas por meio de dispositivos móveis são feitas através de Wi-Fil
  • Em 2016, haviam 23 bilhões de aparelhos conectados ao Wi-Fi, enquanto haviam “apenas” 7 bilhões de pessoas no mundo;
  • Em 2020, estima-se que serão 50 bilhões de aparelhos conectados ao Wi-Fi, e aproximadamente 7,8 bilhões de pessoas;

 

Diante de todas essas informações, é evidente que o uso e o crescimento de uma tecnologia como o Wi-Fi é algo que tomou dimensões gigantescas. Sem dúvidas ainda é um mercado que tem muito a crescer, principalmente em países subdesenvolvidos. Cada vez mais iniciativas de empresas como o Google e o Facebook, de levar Wi-Fi para os lugares mais remotos da terra, fazem com que o mundo se torne cada vez mais conectado.

Agora que você sabe sobre a origem, as principais curiosidades e dados sobre o Wi-Fi. O que você pode fazer para utilizar essa ferramenta para gerar benefícios ao seu negócio?

Deseja saber mais? Entre em contato com o nosso time do WiFeed e fique de olho em nosso blog!

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *